Roteiro Virtual
Seja um colaborador Seja um patrocinador Fale conosco
Inserir anúncio GRÁTIS no Roteiro Virtual Minha conta
INÍCIO QUEM SOMOS
  
 
Destinos > MS >
Campo Grande
 
Roteiro Virtual - O seu roteiro completo   Nos principais destinos de Campo Grande - MS
Cuiabá é o ponto de partida para vários pontos turísticos do Estado de Mato Grosso. A capital do Estado tem localização privilegiada, pois situa-se no portal da Amazônia, na entrada do Pantanal e a poucos quilômetros da famosa Chapada dos Guimarães, os principais destinos turísticos da região.
Campo Grande - MS
 
 Descubra
 - Principal
 - A História
 - Conheça Campo Grande
 - Comidas Típicas
 - Cultura
 - Artesanatos
 - Trem do Pantanal
 - Lazer e Turismo Rural
 - City Tour
 - Distâncias
 - Atendimento ao Turista
 - Guia Comercial
 - Galeria de Fotos
 Participe
 - Dê as suas dicas!
 - Tem fotos de lá? Envie!
 
 
 
 
O que ver e fazer
em Campo Grande
Fotos (05)
de Campo Grande
Já esteve lá?
Envie suas dicas
 
Cultura da cidade de Campo Grande - MS
 

Campo Grande é marcada pela diversidade cultural. Soma de povos que fizeram no Centro-Oeste brasileiro um rico encontro de tradições e costumes. Capital do Estado que concentra a segunda maior comunidade indígena do país, a cidade mistura influências de diversas etnias, principalmente dos vizinhos fronteiriços, com desta que para o Paraguai.

Desbravada por mineiros, a Capital de Mato Grosso do Sul acolheu imigrantes árabes, japoneses, espanhóis, italianos e brasileiros de vários estados. É carinhosamente chamada de Cidade Morena por causa do tom vermelho de sua terra.


Armazém Cultural

O Roteiro Virtual está na cidade de Campo Grande - MSCom a finalidade de armazenar produtos que eram transportados pela via férrea, o Armazém foi construído em 1938. Reinaugurado em 15 de setembro de 2004, depois de ampla reforma, com a denominação de Armazém Cultural, o imóvel faz parte do complexo arquitetônico da Esplanada da Ferrovia de Campo Grande.
A restauração deste edifício oferece aos campo-grandenses mais uma opção de espaço amplo, adaptado para a realização de eventos sociais, culturais e promocionais, com capacidade para receber cerca de mil pessoas.

Em seu interior foram construídos dois conjuntos de sanitários amplos em ambos os lados, uma copa/cozinha de apoio para festas, palco para apresentações e mezanino. Nesse ambiente, foram também instalados 125 metros de duto para refrigeração, com equipamentos de ar condicionado e para maior eficiência na refrigeração do ar, as 18 portas foram vedadas com vidro temperado, preservando a estrutura original do edifício.

Com dimensões de 11,5m. x 125,90., o Armazém Cultural possui pouco mais de 1.440m2 de área livre, totalizando cerca de 1.520m2 de área construída.
O Salão não possui forro, deixando aparentes as tesouras de madeira, as telhas e um duto circular do ar condicionado.

De acordo com a lei nº 4.357 de 27 de dezembro de 2005, sua denominação passa a ser ARMAZÉM CULTURAL HELENA MEIRELES.




Memorial da Cultura Indígena

O Roteiro Virtual está na cidade de Campo Grande - MSO Memorial da Cultura Indígena é um centro cultural brasileiro localizado na cidade de Campo Grande (Mato Grosso do Sul).Situado na Aldeia Indígena Urbana Marçal de Souza, única do Brasil.

O memorial foi construído com bambu tratado, coberto com palha de bacuri e possui área total de 340 metros quadrados.

A construção contempla os visitantes portadores de necessidades especiais com banheiros adequados.

Campo Grande é a única cidade brasileira que tem aldeia indígena urbana: 135 ocas de alvenarias foram construídas pela Prefeitura Municipal, constituindo o Conjunto Habitacional Marçal de Souza, residência de famílias da nação Terena que trocaram as reservas pela vida na cidade.É um espaço que resgata a cultura indígena, com acervo variado de cerâmica Terena, artesanatos em palha, telas e abajures com material e motivos indígenas, além de literatura específica. A aldeia urbana tem escola bilíngüe: Sulivan Silvestre de Oliveira ou Tumune Kalivono (Crianças do Futuro).

Visitar a aldeia urbana é uma fascinante experiência, pelo convívio com crianças e adultos que falam a língua nativa e pela oportunidade de conhecer e adquirir peças da pura arte indígena.

No interior do Memorial, a imaginação escapa e se perde nas matas, descobrindo um pouco da liberdade com que viviam os primeiros habitantes do Brasil.O prédio do Memorial da Cultura Indígena tem dois núcleos. O maior destina-se a exposição e comercialização de peças artesanais, administração e estruturas de apoio aos visitantes. O núcleo menor funciona como oficina de artesanato e acervo de materiais.

Espaço para exibições e comercialização de objetos de artesanato.

 

Shopping Campo Grande

O Roteiro Virtual está na cidade de Campo Grande - MSO Shopping Campo Grande é o mais completo centro de compras e lazer de Campo Grande, a capital de Mato Grosso do Sul.

Localizado na Avenida Afonso Pena, principal via urbana de Campo Grande, o Shopping Campo Grande, oferece uma estrutura completa num prédio climatizado de dois pisos com incidência de luz natural, quatro pares de escadas rolantes, elevador, segurança e o conforto de estacionamento eletrônico controlado.

 

 

Museu José Antônio Pereira

O Roteiro Virtual está na cidade de Campo Grande - MSO Museu José Antônio Pereira está instalado na Fazenda Bálsamo, terra doada pelo fundador da cidade a um dos seus filhos, Antônio Luiz Pereira. Em Bálsamo, a pequena casa de pau-a-pique, o monjolo, o silêncio só encontrado na periferia semi-rural da cidade e até mesmo em carro de boi nos remetem ainda à saga construída pelos pioneiros desbravadores do sertão.

A primeira viagem de um grupo de sonhadores que deixa Monte Alegre, em Minas Gerais, atraído pela notícia da existência de ricas terras na região de Vacaria, hoje Rio Brilhante, consumirá pouco mais de três meses de viagem a cavalo. A comitiva chegara no dia 21 de Junho de 1872 à confluência de dois córregos, que mais tarde seriam chamados de Prosa e Segredo, pois aqueles que se instalaram às margens de um, são fervorosos proseadores; às margens do outro, silentes trabalhadores. Hoje, o Prosa vai gradativamente desaparecendo na paisagem urbana, coberto por lápides de concreto. Naquela empreitada, viajaram com José Antônio Pereira seu filho Antônio Luiz e os ex-escravos João Ribeira e Manoel. São guiados pelo sertanista uberabense Manoel Pinto, que havia participado da Guerra do Paraguai.

Logo após sua chegada, Pereira regressa a Minas Gerais para buscar a família, alguns amigos e voluntários que estivessem dispostos a unir-se à empreitada para concretizar o sonho de novos horizontes em suas vidas. O fundador da cidade reúne 62 pessoas em sua caravana.

Aporta definitivamente na região no dia 23 de Junho de 1875. Dá-se início à permanente transformação da paisagem que perdura até hoje. José Antônio Pereira chama o lugar de Arraial Santo Antônio do Campo Grande, em homenagem ao santo de sua devoção. Em 1889, a 23 de Novembro, a lei Estadual número 792 cria o Distrito de Paz de Campo Grande. Em 1899, a resolução número 225, de 26 de Agosto, eleva Campo Grande à categoria de Vila, criando aqui o Município de Campo Grande, desmembrado de Nioaque.

A 16 de Julho de 1918, Campo Grande é elevada à categoria de cidade tornando-se, anos mais tarde, a capital do Estado de Mato Grosso do Sul, a 11 de outubro de 1977, por força de lei Complementar número 31, sancionada por Ernesto Geisel. A capital instala-se em 1º de Janeiro de 1979.

Para festejar o centenário da emancipação administrativa da cidade, a municipalidade restaura completamente a sede da Fazenda Bálsamo, com seu monjolo e carro de boi de imemorável data, conjunto tombado como patrimônio Histórico e Cultural da Cidade. No local, o visitante poderá apreciar uma escultura subtraída à sólida rocha e executada pelo artista plástico Índio, um dos ícones da arte sul-mato-grossense, em homenagem ao fundador da futura capital.

Foi doado em 1966 à Prefeitura Municipal de Campo Grande, por Carlinda, filha de Antônio Luis.

Em 1999, o Museu foi restaurado permitindo a visitação Pública.

Endereço: Av. Guaicurus, s/nº
Fone: (067) 3314-3181

Obs.: O Museu José Antônio Pereira faz parte do patrimônio de Campo Grande, sendo uma unidade administrativa da Fundação Municipal de Cultura - FUNDAC.

 

Museu da Força Expedicionária Brasileira

O Roteiro Virtual está na cidade de Campo Grande - MSO museu leva o visitante a uma viagem aos campos gelados da Itália, durante a campanha da FEB na Segunda Guerra Mundial.

Possui salas com diversos artigos da Segunda Guerra Mundial, entre eles utensílios, cédulas da época, curativos, armamentos, capacetes, fragmentos de armamentos, pistolas alemãs, fotografias, casacos, objetos de acampamento, entre outros. Está localizado no prédio do Colégio Militar de Campo Grande, na Avenida Afonso Pena, 2.270 - Centro.

 

 

Museu da Imagem e Som

O Roteiro Virtual está na cidade de Campo Grande - MSMuseu cataloga, guarda, faz manutenção, intercâmbios e recuperação de produções audiovisuais sul-mato-grossenses. Só agora a valorização da memória das artes começa a ter algum respaldo no Estado. O Museu da Imagem e do Som (MIS) ajuda muito neste sentido.

O MIS tem um acervo de 5 mil peças, como LPs, CDs, fitas VHS, fotografias, livros, documentários e diversos filmes em 16 mm. É possível assistir a raridades como o documentário 'Comitiva esperança', em que Almir Sater, Paulo Simões e Zé Gomes passam por diversas fazendas do Pantanal ainda nos anos 80, ou o belíssimo curta 'Caramujo-flor', de Joel Pizzini, com Tetê, Almir, Ney Matogrosso...

O MIS fica no 3º andar do Memorial da Cultura e da Cidadania.

 

Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

O Roteiro Virtual está na cidade de Campo Grande - MSA paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro foi fundada em 1938, pelo então Bispo de Corumbá, Dom Vicente Priante, no promissor Bairro Amambaí, cujo traçado, elaborado por engenheiros militares, acompanha as linhas sinuosas da ferrovia. Em 1913, o bairro recebe as primeiras obras dos quartéis instalados pelo exército brasileiro. A partir de 1921, o conjunto passa a ser ocupado por residência e unidades institucionais da Circunscrição Militar.

A chegada dos quartéis e dos contingentes militares foi decisiva para o crescimento da cidade, pois trouxe grande alento a seu comércio e a sua indústria da construção civil. Também a educação e a saúde elevam seus padrões de qualidade em função do grande número de militares que passam a se dedicar às atividades de ensino, em escolas locais, e ao atendimento médico da população, nas instalações do hospital do exército. O local denomina “Cabeça de Boi”, localizado nos altos da rua Y Juca Pirama e no início da zona de ocupação militar, assume uma posição de grande importância na categoria da cidade, a até mesmo um coreto, ainda hoje existente, é construído no local para a distração dos habitantes da região. Assim, com a vocação para atender os habitantes da margem direita do córrego Segredo, a paróquia instala-se em meio ao conjunto militar, e fica sob os cuidados da Missão Redentorista, conforme projeto aceito canônica e pessoalmente pelo Papa Pio XI.

A Igreja é construída em um terreno cedido pela Prefeitura Municipal ao lado das instalações do Círculo Militar, clube inaugurado em 1934 e destinado ao lazer dos servidores do exército brasileiro e seus familiares. A inauguração da igreja acontece no dia 03 de Agosto de 1941. Junto à Igreja, funcionou durante muito tempo o seminário da congregação redentora, que chegou a brigar, em certas épocas por capelães militares. Em 1999, a igreja torna-se santuário mariano, pois provenientes de todos os recantos da cidade, aí reúne-se grande número de fiéis em torno de imagem de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. A sede da Arquidiocese de Campo Grande encontra-se no prédio adjacente à igreja, e o conjunto de edificações faz pensar em um monastério de estilo italiano, com seu campanário lateral abrigando sinos de grande musicalidade. A bela coloração dos edifícios, próxima ao ocre, é devida à cor vermelha terra da Cidade Morena. São infinitas partículas de pigmento natural incrustada nas paredes ao longo das décadas pelas mãos de um artista invisível.

 

Praça do Radio Clube

O Roteiro Virtual está na cidade de Campo Grande - MSPor volta de 1915, a área situada entre as Ruas Pe. João Crippa, Pedro Celestino, Barão do Rio Branco e Avenida Afonso Pena, propriedade de Fernando Novaes, foi concedida por aforamento perpétuo, a Santo Antonio e Nossa Senhora Abadia.

Destinado à construção da Matriz da cidade, o local permaneceu apenas como praça da Diocese até efetivação de permuta com a Prefeitura para a construção do logradouro, em 1961.

Em 26 de agosto de 1962, a Praça da República foi inaugurada e, em 1977, com a divisão do Estado, recebeu a denominação de Praça Presidente Ernesto Geisel, numa homenagem pela criação do novo Estado. Tornou-se a chamar Praça da República e, em 15 de outubro de 1997, passa à denominação de Praça do Radio Clube.

Ao longo do tempo, foi ali implantado a estátua de Vespasiano Barbosa Martins, o Monumento da imigração Japonesa, placa de bronze alusiva a Pedro Pedra e o Espaço Monumento Infinito e Vibração Cósmica.

Em maio de 2000, após revitalização, a praça recebe novo paisagismo além de palco, parque infantil e quiosque da arte.

 

Camelódromo

O Roteiro Virtual está na cidade de Campo Grande - MSEm Campo Grande, existe um camelódromo oficial. O Centro Comercial Popular Marcelo Barbosa Fonseca, o popular Camelódromo, fica no Centro, no circuito que engloba o Mercadão e a Morada dos Baís.

Como de praxe, tem de tudo para vender por lá: material eletrônico, tênis importado, roupas e CDs virgens. O local passou por uma grande reforma em dezembro de 2005 e ficou mais amplo e arejado. No piso superior, existe uma galeria para a exposição do trabalho de artistas plásticos de MS, e espaço para serem ministrados cursos de artes.

Possui 646 boxes, com comércio variado, prevalecendo os artigos importados, uma lanchonete e banheiros públicos.

O prédio é adaptado para portadores de necessidades especiais.

 

Igreja São Francisco

O Roteiro Virtual está na cidade de Campo Grande - MSConsiderada uma das mais belas construções históricas de Campo Grande, a Igreja São Francisco pertence à paróquia de mesmo nome, cujas origens remontam ao decreto assinado por Dom Orlando Chaves, então bispo de Corumbá, em 1950. Em seus primeiros tempos não há ainda o belo conjunto arquitetônico que encanta os freqüentadores e os visitantes de hoje, e as missas são celebradas em um salão alugado. A Matriz que hoje se vê foi concluída em 1955, graças ao trabalho do engenheiro construtor frei Valfrido e de outros franciscanos, e ao esforço ativo da comunidade. A fachada do edifício acompanha espacialmente as linhas das fachadas da estação ferroviária e de sua vila operária, e o local escolhido para sua construção será próximo ao trajeto do Trem do Pantanal.

As construções são realizadas com a ajuda de freis franciscanos e alemães recém-chegados ao Brasil, cuja subsistência será assegurada por famílias de pequenos produtores rurais residentes em áreas contíguas ao conjunto. Cada família “adota” um franciscano e assegura-lhe o necessário para a existência. Também os materiais são adquiridos por meio de contribuição popular, inclusive os delicados vitrais finalmente executados por uma sociedade de artesãos italianos.

Totalmente reformado em 1995-96, o conjunto franciscano engloba a Matriz, que é a igreja paroquial e conventual, e seu convento. As atividades da paróquia estão organizadas especialmente em torno da catequese, liturgia, batismo, pastoral vocacional e grupos de apoio social, entre outros. É no território da paróquia que se encontram as principais instituições católicas de Campo Grande, tais como a sede regional da CNBB, o Tribunal Eclesiástico, o Instituto de Teologia, a residência do bispo e a Universidade Católica Dom Bosco.

 

Igreja São José

O Roteiro Virtual está na cidade de Campo Grande - MSA Paróquia São José foi construída em 1938, sendo uma das mais frequentadas na cidade. Notar os belos vitrais da igreja.

Localizado nas esquina das ruas Dom Pedro Celestino e Dom Aquino.

 

 

 

 

Parque do Sóter

O Roteiro Virtual está na cidade de Campo Grande - MS
O parque preserva a nascente do córrego Sóter. Proporciona atividade de lazer e educação ambiental. Dotado de pista de caminhada, ciclovia, pista de skate e quadras de esporte.

Endereço - Rua Cristóvão Lechuga Luengo, 25- Vila Mata do Jacinto.

 

 

 

Praça Cuiabá

O Roteiro Virtual está na cidade de Campo Grande - MSLocal que serviu para atividades culturais, tornando-se para fazendeiros ponto de comercialização para seus rebanhos de gado.

O ponto de confluência das Ruas Dom Aquino, Marechal Rondon, Sargento Cecílio Yule e Avenida Duque de Caxias teve traçado topográfico para sediar um logradouro em 1923, sendo ali instalado um Coreto, em 1925.

Somente em 1960, foi construída a praça conhecida como Cabeça de Boi, nome dado pela população desde que um açougueiro colocou uma caveira de bovino na porta do seu estabelecimento.

Em 1996, a Praça Cuiabá passou por uma remodelação adequando-se o espaço para o lazer.

 

Praça das Araras

O Roteiro Virtual está na cidade de Campo Grande - MSIdealizado pelo artista plástico Clair Ávila para estimular a preservação da ave em extinção e que passa a ser atração turistica.

No início da década de 1960, foram inauguradas o Mercado Municipal Antonio Moreira Alves e a então conhecida Praça da União, em área entre as Ruas João Rosa Pires e Terenos.

Com a construção do complexo Cabeça de Boi, em 1996, a praça foi totalmente remodelada com a instalação de espelho dágua, quadra polivalente, parque infantil e um monumento denominado o novo local: PRAÇA DAS ARARAS.

 

Praça dos Imigrantes

O Roteiro Virtual está na cidade de Campo Grande - MSUm dos mais recentes pontos de encontros da Capital é a Praça dos Imigrantes, situada entre as ruas Rui Barbosa, Joaquim Murtinho e Barão do Melgaço. Recentemente remodelado, o logradouro oferece espaços adequados para permanente exposição e venda de produtos artesanais. Foi denominada Praça Costa Marques, em homenagem à autoridade mato-grossense e, posteriormente, Praça dos Imigrantes porque se tornara local de reunião dos que aqui se fixavam.

 

 

 

MARCO

O Roteiro Virtual está na cidade de Campo Grande - MSO Museu de Arte Contemporânea de Mato Grosso do Sul – MARCO, unidade da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, foi criado através do Decreto nº 6266, em 17 de Dezembro de 1991.

A primeira sede localizou-se na Avenida Calógeras, nº 2499, esquina com a Rua Marechal Cândido Mariano Rondon, em edifício adaptado para a finalidade museológica, permanecendo neste endereço até 1999, quando foi instalado provisoriamente, na Rua Barão do Rio Branco, nº1980.

A sede definitiva, imponente na arquitetura, projetada pelo arquiteto Emmanuel de Oliveira, começou a ser construída em 1993 e foi concluída em julho de 2002, com recursos da Lei de Incentivo à Cultura. Desde então, as artes sul-mato-grossenses tomaram um novo impulso, dada a possibilidade de um diálogo maior com as artes de outras regiões e a oportunidade de divulgação da produção artística local, respeitando e valorizando a diversidade de linguagens e temas aqui abordados, contribuindo significativamente para a consolidação da arte e da cultura desse estado.

Seu acervo tem origem na Pinacoteca Estadual, com os prêmios aquisitivos dos salões de arte realizados a partir de 1979 e, mais tarde, através de doações espontâneas de artistas, colecionadores e instituições culturais. Atualmente compõe-se de aproximadamente 1500 obras em diversas modalidades artísticas, incluindo um conjunto significativo de obras que registram o percurso das artes plásticas em Mato Grosso do Sul, do princípio aos dias atuais.

Localizada no Parque das Nações Indígenas, extensa área verde da cidade reservada para atividades de lazer, o museu possui uma área construída de 4000m2, e dispõe de 5 salas de exposição, sendo uma com mostra permanente de obras de seu acervo e 4 salas para as mostras temporárias que compõem sua programação anual.

O setor educativo, em sintonia com as abordagens atuais da arte-educação, conta com 3 salas para as atividades práticas com escolas e grupos no complemento didático às visitas orientadas às exposições, além de cursos de iniciação em arte para crianças, jovens e adultos; assim como um equipado atelier para o desenvolvimento de técnicas de gravura.

O museu possui ainda um auditório com capacidade para 105 pessoas e uma biblioteca específica em artes plásticas, com material para pesquisa e formação de estudantes, arte-educadores, artistas e público em geral.

O MARCO através de suas atividades cumpre fundamental papel educativo, democratizando o acesso à arte e aos bens culturais, posicionando-se como importante centro de formação e fomento cultural.

O auditório do MARCO têm capacidade para 105 pessoas, sendo possível ampliar sua capacidade para 125 pessoas com cadeiras extras.Possui sistema de som com mesa de 32 canais, dois alto-falantes, um microfone e aparelho projetor multimídia (datashow). Veja o mapa do palco abaixo.

Acesso de transporte coletivo:

Linha Parque dos Poderes, Nova Bahia (parada na Av. Mato Grosso) Linha Shopping Campo Grande, (parada na Av. Afonso Pena)

 

Feira Indígena

O Roteiro Virtual está na cidade de Campo Grande - MSA conhecida Praça do Mercado, localizada entre as Ruas 7 de Setembro e 26 de Agosto, em frente ao Mercado Municipal Antonio Valente, foi inaugurada em 28 de agosto de 1960 com o nome de Praça João Pedro de Souza. A partir de 1964 passa a denominação de Praça Oshiro Takimori, em preito a um dos grandes impulsionadores do desenvolvimento do Estado. Com a reforma efetivada em 2000, ampliou-se a área destinada à venda de produtos agrícolas oriundos de colônias indígenas, ali comercializados.

Localização: Rua 26 de Agosto com Avenida Noroeste.

 
<< Voltar
 
Apoie o Turismo no Brasil...
Antes de viajar ao exterior, conheça todas as belezas do Brasil. Nosso país é rico em cultura, diversidade, natureza e alegria.
- Roteiro Virtual: www.roteirovirtual.com.br
 
 
FOTOS (05)
Fotos de quem esteve lá
 
Galeria de Fotos da cidade de Campo Grande - MS
 
Veja mais fotos da cidade de Campo Grande - MS Veja mais fotos

 

 
 
Principal - Sobre o Portal - Seja um Colaborador - Nossa filosofia - Termo de uso - Privacidade - Política de Qualidade - Fale Conosco - Anuncie
© 2010 - 2014 Roteiro Virtual - Todos os direitos reservados